terça-feira, julho 17, 2007

um só dia

incrível como as coisas que começam tão fortes vão se diluindo com o tempo, talvez volte se eu puder chegar perto. mas vamos seguindo caminhos diferentes, e o fascinio vai se perdendo pelo percurso. talvez as mais belas histórias fiquem mesmo melhor como lembranças, uma memória feliz, uma boa história pra contar. talvez falar tanto de certos dias seja um meio de trazê-los de volta. vou construindo minimamente algumas cenas, minha memória as vezes confunde, entre tantas, o que realmente aconteceu? queria ser capaz de lembrar de cada palavra. as ruas eram diferentes. mas a força, a paixão, eram as mesmas. é o que mais importa.
[antes do amanhecer - antes do pôr-do-sol] algumas cenas semelhantes.

6 comentários:

Jean Vien Jean disse...

Priscilaaaa, em um só dia. Em um só dia para recordar tantas histórias vividaas e naum vivdas. Em um só dia para pensar o que aconteceu ou naum aconteceou e o que se misturou com o acontecido. Priscila em um so dia, penso, pensamos e recordamos as emocões veementes, fortes e arrebatadoras que se esvaem como o vento em nossas mãos ou a água em nosso corpo.
Dizem que quem vive de passado é museu, mas mesmo o tempo do museu se transforma com o conhecimento.

eu não vou fazer sermões para você disse...

tu consegue "garimpar" as palavras certas..na hora certa...queria eu poder saber falar lindamente assim!
já sabe de onde eu lembrei com esse trecho que tu escreveste por último, né?

grande beijo, amiga.

kel disse...

Você escreve tão bem, mas tão bem..me orgulho de ser tua filha!
XD~
Adoro tu xuxu!
;***~

H.Diniz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
H.Diniz disse...

ei,lindona,
adoro o que tu escreve por aqui.
de verdade.
[era pra ter dito antes,mas tu aceita mesmo assim,né?]

xêro
;*

H.Diniz disse...

sim,agora q eu vi.
tem um 'vontades' por aqui,né?

valameupai q
coincidência grande.
:O